Blog

Placas fotovoltaicas: tire suas dúvidas!
Tecnologia Fotovoltaica

Placas fotovoltaicas: tire suas dúvidas!

Em busca de economia na conta de luz, muitas famílias vêm optando por instalar o sistema de energia elétrica fotovoltaico em suas residências. Composto por diversos equipamentos, o sistema tem as placas fotovoltaicas e o inversor entre os principais componentes.

Quem busca ter o sistema em casa precisa entender ao menos o funcionamento mínimo das placas fotovoltaicas. Assim, é possível saber distinguir entre as inúmeras opções do mercado.

Neste texto, veja as principais características e como as placas fotovoltaicas podem ajudar você e sua família a economizarem energia elétrica.

O que são as placas fotovoltaicas?

As placas fotovoltaicas são um dos principais equipamentos dos sistemas de energia solar conectados à rede, os chamados sistemas on grid.

As placas fotovoltaicas são feitas de vários materiais e o silício tem se destacado como o mais comum deles. Porém, há diferentes formas, como o monocristalino, policristalino, silício-amorfo, entre outros.

Por serem montadas de forma modular e escalável, as placas podem e devem ser dimensionados conforme a necessidade de cada cliente.

Cada placa produz uma determinada quantidade de energia e juntas são conectadas no que é chamado painel solar fotovoltaico. Com isso, é possível alcançar a quantidade necessária de geração de energia solar para abastecer o imóvel com energia elétrica.

A função das placas dentro do sistema é converter a luz do sol em energia elétrica. Isto é feito por meio das células fotovoltaicas que compõem as placas.

Como são compostas as placas fotovoltaicas?

As placas fotovoltaicas são compostas por alguns componentes. Veja:

– Moldura de Alumínio

– Vidro Especial

– Película Encapsulante – EVA

– Células Fotovoltaicas

– Backsheet (fundo protetor)

– Caixa de Junção

Ou seja, o conjunto de células fotovoltaicas fica cuidadosamente vedado entre duas tiras de películas encapsulantes (EVA), colocado sobre um fundo protetor (backsheet), por onde as placas são conectadas em série por meio da caixa de junção.

Por cima, para proteção das células, é colocado um vidro temperado de 3.2 mm, altamente resistente, antiaderente e antirreflexivo que protege as células. Por fim, um quadro de alumínio emoldura a placa.

Como estimar a quantidade de placas fotovoltaicas?

Para saber a quantidade de placas fotovoltaicas necessárias para abastecer uma casa é preciso fazer o estudo prévio da instalação. O projeto deve ser realizado por um profissional especializado e capacitado para o trabalho.

Por exemplo, a partir de uma placa solar de 265 W de potência, com 60 células fotovoltaicas e 1,65 m² de área, chega-se a seguinte estimativa:

Em uma casa com 4 moradores e conta de energia elétrica de R$ 400,00 com consumo de 550 kWh/mês, em bandeira verde, uma área de 24 a 30 m² já é suficiente para abater o consumo elétrico mensal correspondente.

Para esse sistema, em média, utilizamos 14 placas fotovoltaicas, totalizando 3,7 kWp (quilowatt-hora pico).

Conheça a Solen Energia

Contar com a experiência de uma empresa especializada no setor de energia solar fotovoltaica é fundamental.

Em primeiro lugar, as distribuidoras exigem a assinatura de um profissional capacitado para dimensionar, projetar, instalar e conectar o sistema à rede elétrica.

Por isso, a Solen Energia indica integradores experientes que oferecem o trabalho completo de instalação.

Com produtos de alta qualidade e procedência garantida, a Solen Energia oferece o melhor custo-benefício do mercado.

Quer instalar um sistema de energia solar fotovoltaico na sua residência? Entre em contato conosco.

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *